Math

31 anos, artista visual nascido no Piauí -com alma Brasiliense-, criando conteúdo para a internet hà 9 anos e ajudando pessoas a trasformarem vivências em pequenas experiências e instantes de cor, brilho e amor.

@blogdomath

TUTORIAL: TOP FRUFRU DE TULE * CARNAVAL 2020

 Quando eu era criança, o momento mais esperado do meu dia era ver as cores saindo dos ~buxinho~ dos ursinhos carinhosos e formando aquele arco-iris no céu...
Trinta anos depois, essa continua sendo uma das minha cenas favoritas da vida, que eu trouxe para o nosso editorial de carnaval (postei uma surra de fotos lindas com uma guia de referências nesse post aqui) - através desse top colorido de frufru de tule, que é o nosso tutorial de hoje.
Não tem como falar de processo criativo sem falar de referências e, sempre que falo de referências, eu gosto de deixar bem claro que minhas fontes estão sempre fora daquilo que estou trabalhando no momento.
Por exemplo: porque buscar inspiração em fantasias de carnaval se estou trabalhando exatamente num projeto de carnaval?

Para a maior festa do mundo, minhas referências costumam vir dos desfiles de alta costura, do que sai desses desfiles e vai para os red carpets e, como dá pra perceber através desse post, de muitas aleatoriedades divertidas e coloridas, que podem ser memórias de infância, comidas, músicas e por aí vai...
Para este look (na verdade, para todo o bloco), a idéia era trabalhar referências lúdicas em tons bem vibrantes -neon-, para amenizar o efeito fofo ao extremo dos frufrus;
Nos três looks, eu trouxe a mesma técnica da manga bufante do ano passado, em 3 possibilidades de uso diferentes.
Inspiradas por Giambattista Valli e Rodarte -que trabalham volume com leveza em seus vestidos-, juntamente com Lirica Matoshi, Tomo Koizumi e Molly Godard, que usam o tule de uma forma mais divertida e, porque não dizer, caricata, as três "fantasias" deste bloco tem em comum o uso da volumetria na construção da silhueta.

Uma curiosidade: como pode se reparar nos croquis do moodboard, um dos looks do bloco seria com uma única peça -um vestido trapézio bicolor curto.
Com o tempo passando, percebi que ficaria inviável e confirmei quando percebi que não teria material suficiente para executar a peça. O que fiz? Adaptei para um top e depois surtei um pouco pensando no styling. No fim, deu tudo certo, arrematando o look com uma bolsa colorida feita de barra de calça jeans, toda revestida de tassel.

O look de franjas metalizadas é um dos meus favoritos porque foi feito através da customização de uma camiseta, que virou top e saia pareô.
Outro ponto que me faz amar esse look é o fato de que ele une duas idéias do editorial de carnaval do ano passado: a técnica da manga bufante + a técnica do colete de franjas metalizadas, tudo junto em um mesmo look, provando que uma mesma ideia pode se juntar a outra e render coisas novas.

Por fim, o look central, nosso top coloridinho, ensinado passo a passo aqui em baixo:


Uma coisa que adoro nesse look, assim como o suspensório (do tutorial anterior), é que ele vira facilmente uma fantasia para crianças -algo que você me pedem muito.
Aproveitando a deixa, queria explicar que amo a idéia de fazer editorial infantil, mas me preocupo primordialmente em como fazer com que crianças que estejam por horas seguidas em cena não se sintam sobrecarregadas e estressadas, afinal, para todos os efeitos, isso é um trabalho -e esse é o principal empecilho pra mim.
Independente disso, eu acho que uma versão petit do top ficaria linda -e eu adoraria ver, caso alguém anime fazer para crianças <3

Por último, mas não menos importante: dicas

Para fazer esta peça, eu gastei aproximadamente 8 metros de tule -com 2,40m de largura (em torno de R$40)-, já com margem de sobra...
Lembrando que tule tem sempre bastante variação de largura (ou seja, provavelmente você vai acabar comprando maior ou menor do que o que eu usei e, com isso, a gente vai acabar usando quantidades diferentes) e, além disso, o que eu posto aqui é apenas uma idéia que você pode -e deve- ficar livre para inventar em cima, adaptar (assim como eu mesmo tive que adaptar um dos looks por não ter tempo e material suficiente, lembra?)...

No caso desse top, outra possibilidade é uma versão de alcinha, que também poupa trabalho, reduzindo um pouco a quantidade de frufru a ser feita.
Naturalmente, como já ficou claro no post, você pode usar a mesma idéia para várias outras coisas, incluindo acessórios ou mesmo na parte de baixo dos looks.
Por hoje é isso.
Se você gostou da idéia, não esquece de salvar o post nas suas pastas do Pinterest, compartilhar com as amigas e de postar a foto da sua versão do projeto nas redes sociais com a #FAZAIBONITA.

Bjs do Math e até a próxima!

Comentários