Segura essa marimba aí que a pauta hoje aqui é close (certo) e beleza!
Preciso muito compartilhar um dos achados mais baphônicos dos últimos tempos entre as minhas pesquisas louquíssimas pela internet: trata-se de Laura Mvula, uma cantora maravilhosa que descobri através do YouTube.

Laura é londrina, filha de pais caribenhos e, pra mim, é a prova viva de que muita gente (ainda? oi?) tá totalmente equivocada ao subestimar a beleza negra: essa mulher é um arraso sem fim, gente.
Dá uma olhada nesse rosto maravilhoso aqui em baixo e diz se você não concorda comigo:


Musicalmente falando, a gata -e proprietária na empresa LACRE (que já foi comparada a Nina Simone)- é dona de estilo musical e timbre únicos, mas não vou fazer a entendida aqui: ela (infeliz e injustamente) não é tão conhecida assim e não tem muita coisa sobre ela na internet, logo, tive que recorrer a wikipedia para saber um pouco mais sobre sua carreira e acabei descobrindo que ela é tão foda que a nomearam criadora de um novo gênero musical, o "gospeldelia", que seria uma mistura de gospel + psicodelia (o que faz todo sentido se levarmos em conta que tem uma vibe meio new age em boa parte de suas músicas + corais impecáveis acompanhando os vocais da Laura).

Em alguns momentos, seu trabalho lembra um pouco a vibe da Ênya, passa por algo totalmente urbano e até mesmo flerta com disco/funk em outros instantes (a parceria com o Nile Rodgers em Overcome deixa isso bem claro), mas não dá pra definir como algo que eu já conhecesse ou tivesse ouvido antes -e foi exatamente isso que me encantou: a mistura exótica mais loucamente encantadora que ouvi nos últimos tempos, resumida numa videografia de encher os olhos, por isso, coloquei meus clipes favoritos dela nessa lista aqui em baixo:

PHENOMENAL WOMAN

No clipe maravilhoso de Phenomenal Woman, um hino à força feminina, Laura começa pisando (toda poderosa) na cara da sociedade logo no comecinho do vídeo...
Ao encarar e passar adiante de uma barreira de força opressora "subliminar" (que faz todo sentido junto à letra da música), Laura e sua trupe de mulheres maravilhosas conseguem contagiar as ruas da Cidade do Cabo com uma atmosfera de igualdade e justiça através da dança, de looks com styling impecável e muita, muita beleza e cor, olha só:

As definições de lacre foram oficialmente atualizadas. Amém, Laura Mvula!

GREEN GARDEN

Com um visual mais leve e delicado, em Green Garden, Laura me faz lembrar um pouco de Put Your Records On, da Corinne Bailey Rae (o que é ótimo, porque eu amo essa música -e o clipe também):

Só uma coisa: eu quero descobrir onde é essa floresta/parque/jardim maravilhoso e quero uma casa na árvore lá, pfvr!

SHOW ME LOVE


Acho que esse é o mais etéreo da lista e, apesar da letra triste e da mensagem forte e ao mesmo tempo pesada no vídeo, tem uma fotografia linda (e a melodia da música é maravilhosa):

OVERCOME

Ainda na vibe meio gótica suave, Overcome, a parceria maravilhosa entre Laura e Nile Rodgers: a música é uma das mais "dançantes" -obviamente, graças aos riffs de Niles-, mas o vídeo tem uma atmosfera  mais instrospectiva meio tribal/conceitão.
Sem fazer a intelectual sabichona, não vou mentir: não entendi muito bem a ligação entre a música e o vídeo, mas preciso dizer que tô completamente apaixonado pelo styling dos looks e pela coreografia:

READY OR NOT

Pra finalizar, um minuto da sua atenção para a palavra de Laura Mvula e o clipe maravilhoso de Ready or Not (até pra tirar a dark vibe dos vídeos anteriores, né, meninas...):


Como Laura tem um estilo musical bastante exótico, é provável que você não consiga passar um dia inteiro escutando a discografia dela no spotify, mas eu precisava dividir um pouco da videografia dessa mulher com vocês...

Eu sei também que, obviamente, nem todo mundo vai amar todos os vídeos listados, mas cada um dos que estão aqui se tornaram uma fonte de inspiração por algum motivo, sendo que o principal elo entre todos é a força e a ousadia da Laura, que através do seu trabalho como um todo, me mostrou formas diferentes de pensar estética, cores, fotografia, styling, tudo sem medo de arriscar, ousar, de SER de verdade e ter orgulho de suas raízes, e é exatamente meu objetivo com todos os posts sobre inspiração que eu compartilho aqui -abrir reflexão e diálogo para a gente pensar onde podemos evoluir e arriscar, juntos.

E é óbvio que eu quero saber o que vocês acharam da moça! Gostaram?
Imagino que a maior parte da galera provavelmente vai gostar só de Phenomenal Woman, que é o meu favorito também (por motivos de: cores, obviamente), mas quero saber se vocês acham interessante conhecer coisas novas e com essa pegada mais exótica/madura (até porque ninguém aguenta viver pra sempre de mais do mesmo, né), tá?

Bjs do Math e uma semana bem colorida para todo mundo!

Postar um comentário

Contact

Instagram

© BLOG DO MATH
Design by The Basic Page