Das coisas que eu mais amo em viagens:
1) Descobrir coisas novas.
2) Voltar pra casa com um monte de histórias.
3) Poder dividir essas histórias e achados com vocês.

Volta e meio recebo emails de vocês perguntando coisas sobre meus roteiros de viagem, pedindo ajuda e fico muito feliz em poder ajudar outras pessoas a terem experiências tão prazerosas quanto as que tive por aí.

Toda essa volta só pra dizer que os posts da minha viagem para São Paulo estão bem mais atrasados do que eu gostaria, porque eu tava muito indeciso sobre que formato fazer, afinal, eu gravei alguns vídeos, tirei muitas fotos e fui a muitos lugares legais, mas selecionei só o crème de la crème para dividir com vocês -como sempre-, enton, senta que lá em história...

Pra não ficar cansativo e chato de ler, dividi em algumas partes, separando por regiões, que foi a forma mais interessante que encontrei para contar minhas aventuras dessa viagem em particular, começando com a Vila Madalena, que foi onde eu fiquei hospedado (já teve post sobre isso aqui).

Ficar na Vila foi praticamente viver dias de déjàvu, já que muita coisa lá me fazia lembrar de Palermo Soho, meu cantinho favorito em Buenos Aires, onde ficamos no ano passado por um mês (tem várias dicas sobre BsAs aqui).
Na verdade, existe um tipo de roteiro ideal pra mim e a Vila Madalena preenche todos os requisitos: tem padaria delicinha pra tomar café da manhã, tem lojas lindas, tem arte de rua coloridona por todo lado, tem restaurantes e bistrôs com propostas diferentes, entre outras coisas, com a possibilidade de fazer tudo a pé, apreciando cada voltinha entre uma quadra e outra.

Quem já acompanhou minhas viagens anteriores, sabe que eu sou anti roteiro turistão típico e não faço questão de visitar pontos "obrigatórios". Isso porque taurino não gosta de regrinhas? Sim ou com certeza?
O fato é que eu gosto mesmo é de poder andar sem compromisso, me perder numa ruazinha charmosa e encontrar coisas escondidinhas que as vezes, nem os locais perceberam que estava ali...

Nesse quesito, nossa primeira parada de hoje se encaixa muito bem: uma loja fofa que fica colada no Beco do Batman -o ponto mais conhecido e badalado da Vila-, mas ligeiramente escondidinha, numa rua mais residencial.

CORPORAÇÃO DE OFÍCIOS

Do lado de fora, uma fachada clean e zero afetada; por dentro, um mundo de objetos fofos capazes de deixar a gente suspirando e querendo um rivotril de leves.
É só olhar as fotos pra confirmar que eu não tô mentindo:




Conseguiu reconhecer alguns objetos das fotos?
Se você acompanha meus posts de decor, deve ter percebido que aqui em casa tem muita coisa da Corporação de Ofícios porque eu sou fã da marca há anos, mas ainda não tinha tido o prazer de estar na loja física e de conversar com as donas, as irmãs Mônica e , que são daquelas pessoas fofas, atenciosas e queridas, aquele tipo cada vez mais em extinção.



A loja vende produtos autorais, desenvolvidos pelas donas da loja e tem uma bela variedade de objetos para deixar todos os ambientes da casa mais fofos, sendo que boa parte das coisas são feitas em cerâmica, sempre com um tom nostálgico que faz a gente pensar direto numa casinha de vó (amo).


Se você gosta de decoração fofa, romântica e retrozinha, a Corporação de Ofícios é um ponto obrigatório para você na Vila Madalena.
E se você curte decor mais clean, mas gosta de quebrar com uma delicadeza ali no cantinho, acho que você tem que passar lá também, hehe.


Vocês devem estar bem curiosos para saber quais os meus favoritos na loja, né? Mas eu vou mostrar tudo no vídeo de comprinhas, tá?
Segura a marimba aí um pouquinho que logo mais sai lá no canal do blog no YouTube (se você ainda não é inscrito, já aproveita e se inscreve, né, monamour).

Onde: Rua Madalena, 170
Segunda a sexta, 10h - 19h; sábado, 10h - 16h  

WESTWING STORE

 Bem pertinho do Beco do Batman fica também a Westwing Store, loja física onde a gente pode conferir de perto os produtos vendidos no site.
Eu já tinha visto algumas fotos da loja pelo instagram e não resisti... fui lá conferir pessoalmente.

 Hoje em dia a gente tá totalmente acostumado a comprar pela internet, mas conhecer a qualidade do material de perto vai ser sempre uma grande vantagem, né... tanto que foi depois de ver na loja física o sofá que eu queria, que decidi realmente comprá-lo. E eu acabei comprando pelo site mesmo, mas a visita à loja foi fator crucial para a decisão de compra.
 Outra coisa que o site não consegue substituir é a magia de estar em uma loja bem ambientada, quesito no qual a Westwing Store arrasa. Os ambientes são maravilhosos e eu fiquei querendo morar na parte infantil pra sempre.
P.s.: bem pertinho dali, quase ao lado, tem uma loja lindona da Oppa também, bem grande, com um monte de coisas lindas que eu não tinha visto aqui em Bsb, por exemplo. Vale a pena dar uma passadinha para aproveitar a oportunidade, hehe (aloka das loja mesmo).

Onde: Rua Simpatia, 51
Segunda a sábado, 10h - 19h; domingo, 11h - 18h

FLO ATELIER BOTÂNICO

 O Atelier Botânico era um dos lugares que eu mais queria conhecer e estava bem no topo da minha lista.
Passei lá também com a Jess e nós ficamos muuuuito mais apaixonados ainda pelo lugar pessoalmente.
 A estrutura simples e clean do local serve como base para o verde e cria uma ideia de floresta urbana, que recebe a melhor iluminação: a luz natural que deixa tudo ainda mais mágico.
 Obviamente, eu não poderia comprar plantinhas pra trazer pra casa, mas comprei o melhor cheirinho cítrico do mundo para deixar minha casa mais cheirosa e lembrar da lindeza desse cantinho maravilhoso sempre.
 Não vou negar que queria muito ter um estúdio com essa mesma estrutura, algo impossível aqui em Brasília, onde tudo é patrimônio tombado e não existe esse padrão de construção, com cara de galpão... 😢
 Além de plantinhas, no Atelier Botânico é possível comprar velas, aromatizadores de ambiente, itens de papelaria, cristais e flores. Difícil mesmo é escolher entre uma coisa e outra (tô falando seríssimo, rs).

Onde: Rua Turi, 183.
De terça a sábado, 11h - 18h

BECO DO BATMAN


 Eu sei que eu falei lá em cima que eu não gosto de ir a lugares considerados turísticos e que o Beco do Batman já entrou nessa categoria, mas abri uma excessão pra ele porque sou apaixonado por arte de rua.
 O único problema foi que eu não me identifiquei tanto com as artes que estavam pelas paredes naquele momento...
Mas como há uma certa rotatividade e sempre surgem novas artes, vale a pena passar pra conferir o que tá rolando (e observar as outras que estão espalhadas pelas paredes por perto, nos arredores. Tem muita coisa bem incrível fora do Beco mesmo, viu).

Onde: Rua Gonçalo Afonso

LÁ DA VENDA

 Esse lugarzinho também fica bem perto do Beco e sempre tinha muita gente sentada na varanda -bem coloridona- jogando papo fora.
Eu fui ficando bem curioso pra conhecer e também passei lá com a Jess...
 O visual é bem legal, coloridão, kitsch, mas a gente foi num dia chuvoso e escureceu bem cedo, logo, as fotos não ficaram muito boas.
 O problema foi que eu me frustrei um pouco com a comida...
Achei que seria tudo incrível e achei, no máximo, ok.
Talvez por eu ter escolhido errado, mas não quis deixar de fora porque o lugar realmente tem um visual muito legal e, se você já for sabendo que a comida não é super espetacular, não vai se frustrar, como eu.
 Pedi bolo de fubá com goiabada e achei seco. Imaginei algo cremoso baseado na descrição do menu.
Também pedi um pão de queijo e ele tava apenas ok.

Se você quiser conhecer o lugar apenas pelo visual e pela trilha sonora (maravilhosa, bem brasileira), lá dentro também tem coisas de casa a venda, tudo com essa pegada meio de vendinha mesmo, sabe... com uma certa cara de decoração da dona Nenê, da Grande Família.

Nota 10 pro ambiente, 6 pra comida.

Onde: Rua Harmonia, 161
Terça a sexta, 11h - 19h; sábado, 10h - 19h; domingo, 10h -17h30

BISTRÔ Ó CHÁ

Qual a probabilidade de, num dia chuvoso, durante um passeio com uma amiga, do nada, você encontrar um dos bistrôs mais fofos da vida pra tomar um chá e comer bolo?
Na Vila Madalena, isso é possível, hehe.
Depois de sair da Westwing com a Jess, a gente tava tentando fugir da chuva e esse grafitti me chamou a atenção:
 Cheguei perto pra fotografar e logo em seguida observei essa escada convidando a gente pra subir e descobrir o que tinha lá em cima nessa casa toda cor de rosa...
 Daí a gente sobe as escadas e sente cheiro de bolo por todo o ambiente, que tem uma decor meio étnica, com uma pitada de referências indianas e é claro que a gente teve que parar pra esperar a chuva passar, né.
 Esse lugar fofo é o Bistrô Ó Chá e assim... juro pra vocês que nunca vou me esquecer do tal cheiro de bolo inundando aquele ambiente tão calmo, tão acolhedor, humano...

Apesar de lindo, o lugar não é tão ~instagramável~ porque é mais escurinho, pra ficar mais intimista, e a decor pink meets vermelhão não ajuda muito na hora de fotografar, mas achei isso incrível exatamente porque estimula a gente a conhecer, aproveitar o lugar e apreciar o momento de verdade.

Eu pedi scones, que estavam realmente maravilhosos. Um dos melhores que já comi na vida, acompanhado de chá de baunilha (não lembro o nome, sorry). Tudo incrível, inclusive o sorriso no rosto do moço que nos atendeu.
 Lembra do grafitti que fez a gente entrar pra conhecer o bistrô?
Então, ele é real, hahaha.
Existe, de fato, uma gatinha lá dentro, e ela tem um sofazão só pra ela e fica deitada feito rainha o tempo inteiro:
Ah, um detalhe importante: nos fundos do bistrô tem uma loja de chás. Eu não comprei nenhum, porque já me dei por satisfeito com o que tomei no bistrô mesmo.
Mas eu recomendo, de coração, que quando você estiver na Vila Madalena, passe por lá pra conhecer o bistrô com cheiro de bolo fresquinho, a gatinha e a loja.

Onde: Rua Aspicuelta, 194
Terça à sexta, 11h - 20h; Sábado e domingo, 10h - 20h

Ufa! Consegui, hehe.
Espero que tenham gostado da primeira parte do roteiro.
E eu quero saber o que vocês acharam, viu... adoro conversar sobre viagens e vou amar saber a opinião de vocês, inclusive de quem já conhecia algum dos lugares da lista!

Se vocês quiserem ver mais fotos das minhas viagens organizadas cronologicamente, é só buscar a hashtag #viajamath lá no insta, e para as fotos da viagem a Saint Paula, a tag é #MathEmSP.

A Jess também vai fazer post sobre os lugares onde passamos juntos no blog dela, então, fiquem de olho lá também, tá (ela já fez um post lindo sobre o encontrinho, inclusive)?

E por último, mas não menos importante, obrigado à minha amiga Joyce, por me indicar a Vila Madalena como lugar ideal para eu ficar durante a viagem. Certeza que não teria um lugar melhor!

Bjs do Math e até a próxima!

Postar um comentário

Contact

Instagram

© BLOG DO MATH
Design by The Basic Page