Por puro comodismo, muitas vezes aceitamos apenas "digerir' o que vem até nós, seja visual ou textualmente falando; como numa brincadeira de telefone sem fio, na qual cada um vai dando a sua interpretação até a distorção total da informação, apenas folheamos revistas ou lemos coisas nas redes sociais, mas não vamos até a fonte para conhecer melhor a origem das mesmas.

Uma das coisas que mais tô curtindo na faculdade (e que acho que todos deveriam provar) é que estou impulsionado a "parar de brincar de telefone sem fio" para abrir a janela e enxergar além. Em outras palavras, recebo todos os dias novas referências artísticas e se não quiser ficar perdido, preciso pesquisar pra conhecer melhor sobre os assuntos. Foi durante uma dessas pesquisas que conheci o trabalho fascinante e arrebatador de Zaha Hadid, uma genial arquiteta iraquiana que expressa de forma belíssima o desconstrutivismo arquitetônico através de sedutoras linhas curvas, e não poderia deixar de compartilhar com vocês essa riquíssima fonte de inspiração.



blog de moda brasilia

Impossível não se apaixonar pelo trabalho da "Lady Gaga da arquitetura", como é conhecida; logo no primeiro contato visual, somos levados a uma viagem óptica até o futuro sem sair do lugar.

Inquestionavelmente uma das melhores arquitetas da atualidade, Zaha teve que encarar de frente o preconceito por ser uma mulher no campo de trabalho masculino, como é considerada a aquitetura em sua terra natal, e graças a sua persistência, podemos conhecer hoje suas majestosas criações inspiradas nas formas da natureza, como os rios e dunas do Oriente Médio.

Toda a graça e criatividade de Zaha foi, naturalmente, reconhecida por grandes nomes da moda, que a convidaram para belíssimas parcerias de encher os olhos, como o cenário para o desfile da Chanel em 2011, o frasco de perfume para Donna Karan e um modelo exclusivo para a Melissa (doses de puro amor!).
Quando perguntada sobre o que ainda não fez, a artista responde "um arranha-céus em Nova York" e -não é uma brincadeira! rs- uma casa para mim".


Não tenho formação especializada para fazer uma resenha crítica sobre o trabalho de Zaha, no entanto sou apaixonado por arquitetura/design de interiores e queria compartilhar com vocês toda a beleza e inovação estética trazida por essa grande artista ao universo da arquitetura.
Espero que gostem e, quem tiver outros profissionais assim como Zaha -de qualquer segmento- pra indicar, é só deixar nos comments que eu vou adorar conhecer e, quem sabe, fazer um post no futuro!

Obrigado pela visita, queridos, e até a próxima.
Bjs do Math!



Texto: Matheus Fernandes
Revisão: Sander Souto
Imagens extraídas do Pinterest e outras fontes; edição: Matheus Fernandes

Postar um comentário

Contact

Instagram

© BLOG DO MATH
Design by The Basic Page