Redecorando meu quarto - cabeceira de lambe-lambe

decoracao quarto pequeno apartamento alugado cabeceira lambe lambe 0
Bora falar um pouquinho desse meu fogo no uc incontrolável por azul?

Decoração, pra mim, sempre esteve relacionada a estado de espírito/mood/humor.

Eu amo explorar cores, amo misturá-las e explorar diferentes combinações e esse apartamento já teve doses generosas de diferentes tons de diversas cores, tudo ao mesmo tempo, no mesmo canto.

E foi exatamente por isso, junto com o fato de que eu passei por meses de um cansaço mental absurdo recentemente, que senti necessidade de mais uma mudança, dessa vez, rumo à sensação de calma, para ajudar a organizar a confusão borbulhante na cabeça, sabe...

decoracao quarto pequeno apartamento alugado cabeceira lambe lambe 0
Apesar de muita gente achar que meu "momento" azul tenha relação direta com a Costa do Mediterrâneo, mais especificamente a Grécia, a primeira vez que meu coração balançou com esse crush foi quando vi essa imagem aqui, de uma casa em Trancoso, na Bahia.

Na verdade, a aposta na vibe mediterrânea não tá errada, até porque minha cabeça ama fazer um quebra cabeças mesmo, juntando tudo por um fio condutor que, nesse caso, é a sensação de estar em um lugar onde o tempo não seja um opressor, onde tudo seja mais leve e fresco. E isso pode rolar na Grécia, na Bahia ou em uma casinha colonial em Pirenópolis.

Eu digo e repito que gosto de COR em si porque não tenho uma favorita, mas azul sempre esteve entre as que mais gosto, principalmente em tons claros e mais iluminados, como a variação que escolhi para pintar as portinhas aqui em casa.

No meio dessa reconexão com o azul, que era uma das minhas cores favoritas ainda na infância, eu criei uma pastinha no Pinterest com ideias e inspirações em diferentes tons, dos mais claros aos mais profundos e a vontade de ter uma pousada na Bahia só foi aumentando.

Como por enquanto isso é só um sonho, fica o desafio: como trazer esse mood para um apartamento (alugado e cheio de regrinhas, sempre bom lembrar) já que nem viagem tá rolando?

Eu já compartilhei parte desse processo com vocês no Instagram e hoje eu quero dividir especialmente a minha última invenção de moda: a cabeceira feita de lambe-lambe.

decoracao quarto pequeno apartamento alugado cabeceira lambe lambe 0
Depois de tirar o encosto da Sharpay do home office (vou fazer um post retroativo sobre ele também), meu quarto tava gritando por um pequeno makeover...

Quando eu digo pequeno, quero dizer pequeno mesmo, afinal, o nosso quarto aqui tem um espaço bem limitado e ter consciência disso é o que me ajuda a saber até onde posso ir. Nesse caso, basicamente, consigo fazer interferências em duas paredes, sendo uma delas a que usamos como apoio para a cama.

Nunca compramos uma cabeceira (eu acho uma coisa cara, confesso) e, para dar esse efeito visual, eu pintei uma meia parede, que já foi rosa, depois menta, mas eu tava querendo uma outra coisa (como sempre).

decoracao quarto pequeno apartamento alugado cabeceira lambe lambe 0
Um segredinho que tenho para dividir com vocês é que eu tive a ideia de fazer uma cabeceira assim, de papel, há pelo menos 4 meses, quando esbarrei com essa imagem no instagram:


Nathalie Lete é uma das minhas principais fontes de inspiração e também tem uma mente muito inquieta, o que fica bem evidente quando vc descobre que ela começou a fazer pinturas pela casa inteira durante a pandemia, sendo uma dessas pinturas a cabeceira do post acima...

Foi exatamente lá, em fevereiro ainda, quando vi essa postagem, que decidi usar a ideia do lambe-lambe para fazer algo parecido... inicialmente, seria uma versão floral, mas muita coisa mudou no meio do caminho e o mood Bahia entrou no processo.

No fim, da Nathalie, ficou apenas a ideia de uma cabeceira ilustrada. Todo o resto saiu bem diferente: eu me inspirei primeiro em um café de Los Angeles para criar o lambe do home office, com uma palmeira azul que, por sua vez, serviu de base para o resto da coleção Tropico, uma pequena série de colagens digitais inspiradas também nos azulejos portugueses, presentes nas igrejas que eu conheci no Pelourinho.

Deu pra entender que o processo de criação é bem fluido e nada linear, né?

Passamos por Grécia, Italia, França, Portugal e aterrizamos na Bahia, em solo brasileiro, com uma playlist cheia de swing (clica aqui pra ouvir) e váaaaarias versões da cabeceira até chegar na definitiva, que eu usei no meu quarto e que tá disponível pra quem quiser na b.Math.

decoracao quarto pequeno apartamento alugado cabeceira lambe lambe 0
A primeira versão era apenas um painel com várias palmeiras, mas eu senti que não seria muito funcional porque os travesseiros cobririam a parte mais legal da arte quando estivessem apoiados em cima...

Na segunda versão, eu tentei manter o mood da anterior, deixando o clima de "floresta tropical" bem marcante na parte de baixo, mas senti que não era para esse lugar onde eu queria "ir", afinal, era ainda sobre respiro, sobre espaço negativo e aquele amontoado ali no meio tava me incomodando.

Por fim, a terceira versão destaca bastante as copas das palmeiras, que aparecem por trás dos travesseiros, sem aquela profusão no centro.

Agora uma pequena curiosidade sobre meu processo criativo na decoração: eu gosto de fazer algum tipo de esboço para ir tendo uma noção de combinação de cores, proporções etc e aqui em baixo eu mostro como fiz aqui, no caso do quarto:

decoracao quarto pequeno apartamento alugado cabeceira lambe lambe 0
Pra mim, esse tipo de esboço não precisa ser tridimensional: eu só preciso saber se as cores estarão bem distribuídas, se as proporções batem etc e, nesse caso, eu fui encaixando a cabeceira no esboço e num "mockup", para perceber melhor como a estampa ficaria numa cama de verdade.

O resto do processo, vocês já viram aqui:


COMPRE SUA CABECEIRA DE LAMBE-LAMBE AQUI

Depois de imprimir, cortar e colar, vem a parte do styling, que é uma das mais divertidas e aqui foi bem tranquilo de fazer, afinal, eu queria muuuuito espaço negativo e já sabia que, para contrastar com a "frieza" do azul, usaria fibras naturais em pontinhos estratégicos, com palha e madeira.

decoracao quarto pequeno apartamento alugado cabeceira lambe lambe 0
Dessa vez, eu aproveitei para clicar um pouquinho desse momento com vocês -o que é raro, já que eu tô sempre tão concentrado que nunca lembro de registrar.
decoracao quarto pequeno apartamento alugado cabeceira lambe lambe 0
E como a intenção era deixar o ambiente mais clean, eu não precisei gastar com quase nada, afinal, eu precisava mesmo era tirar coisas, ao invés de acrescentar.

A única coisa que comprei foi um novo abajur, com base de madeira, para substituir um de metal cor de rosa que ficava do meu lado da cama.

A tinta eu também já tinha em casa.

No fim, gastei apenas 115 reais com a luminária (R$79) e a impressão do lambe-lambe (R$36)

decoracao quarto pequeno apartamento alugado cabeceira lambe lambe 0
A cabeceira é composta por 12 folhas e entre fazer as marcações na parede e colar, eu levei cerca de 1h e 20 minutos -eu cronometrei e o tempo de colagem foi 25 minutos; demorei mais fazendo as marcações e nivelando tudo para não ficar torto, rs.

Na verdade mesmo, toda a mudança no quarto foi feita em um único dia, incluindo a pintura (era o único tempo que eu tinha para fazer tudo e registrar).

O que levou tempo mesmo (algumas semanas a fio) foi a criação, como sempre, rs.
decoracao quarto pequeno apartamento alugado cabeceira lambe lambe 0

decoracao quarto pequeno apartamento alugado cabeceira lambe lambe 0

decoracao quarto pequeno apartamento alugado cabeceira lambe lambe 0

A cabeceira está disponível na b.Math, minha loja de arquivos digitais que você pode acessar aqui.

Na loja, além do lambe em formato de cabeceira, existem outras duas versões que fazem parte de uma mesma coleção, Tropico, e também outros que eu já mostrei no blog (aqui).

E como nem todo mundo tem habilidade, tempo ou interesse no lambe-lambe, dessa vez, eu fiz pôsteres também (aqui).

Todas as orientações sobre tipo de papel para impressão, aplicação etc estão nesse destaque no meu perfil no insta.

E agora, pra quem gosta, o famoso antes e depois:


Eu absolutamente amava o quarto como estava (você pode conferir com mais detalhes nesse outro post), porque o jeitinho anterior tem uma conexão direta com uma questão e estado de espírito e humor pra mim, como disse no começo do post; lembro exatamente quando, porque e como fiz cada detalhe, mas com o tempo, as coisas ganham outro sentido e, agora, pra mim, o sentido está em conseguir acalmar os pensamentos...

Um detalhe é que eu já coloquei a cabeceira sabendo que essa é uma decor de transição mesmo, ou seja, não vai ficar por muito tempo porque eu tenho outras ideias em mente já para esse mesmo espaço (sempre lembrando que a vida é uma caixinha de surpresas e que eu não tenho controle sobre muita coisa, rs).

Aliás, essa é a parte mais legal do lambe-lambe: é fácil de aplicar, fácil de tirar e tem custo baixo; com pouco investimento de tempo e dinheiro, a gente consegue fazer pequenas transformações...

COMPRE SUA CABECEIRA DE LAMBE-LAMBE AQUI

decoracao quarto pequeno apartamento alugado cabeceira lambe lambe 0
Agora aquela parte em que eu respondo coisas que vocês sempre perguntam: de onde é tudo?

Roupa de cama: Zara Home

Chapéu de Palha: Taguacenter

Máscara de Coelho: Corporação de Ofícios

Luminárias e mesinhas: Tok & Stok

Chinelo de palha: ganhei de uma seguidora; é artesanal, vindo direto da Espanha (e eu não sei o nome)

Bolsinha de palha: Mercado Municipal de Goiânia

Moldura: Camicado

Coração de Madeira: eu que fiz

Almofada estampada: era um jogo americano dar Farm para Tok & Stok que eu transformei em almofada

Por fim, mas não menos importante: Tropico, o primeiro drop da b.Math,  é sobre busca por novos ares mesmo depois de tanto tempo refém de uma pandemia, mas também é sobre criar uma ponte para que a gente possa se conectar através da busca por novas ideias e inspirações para deixar a casa e a vida mais bonitas.

Nesse primeiro momento, os esforços ficam no digital, mas a ideia é que a gente tenha, sim, produtos físicos com esse mood fresquinho chegando na sua casa, num unboxing lindo de viver..

Para isso, obviamente, eu conto com o suporte de vocês, como sempre, apoiando meu trabalho, compartilhando com outras pessoas etc...

Muito obrigado por receberem minhas ideias sempre com tanto carinho e pela torcida para que tudo dê certo por aqui.

Bjs do Math e ate a próxima!

Comentários