habitos e rituais para melhorar saude mental e emocional, autoconfiança e autoestima. blog do math
A gente tem mania de se comparar com o outro e perguntar "como que fulan@ consegue fazer tanta coisa ao mesmo tempo?" quando na verdade, deveríamos nos perguntar porque estamos nos comparando com o outro e se realmente faz sentido pra gente ter tantas atribuições quanto o coleguinha do insta ou a própria Beyoncé...

Digo isso porque sempre ouço comentários desse tipo sobre o meu trabalho e a verdade bem nua e crua é que eu não recomendo uma rotina como a minha pra ninguém -e que vivo em conflitos internos sobre a minha divisão de tempo, que as vezes parece bem injusta e focada demais no trabalho...

habitos e rituais para melhorar saude mental e emocional, autoconfiança e autoestima. blog do math
Trabalhar é incrível, principalmente se a gente ama o que faz e tem um propósito bem definido, mas a palavra equilíbrio volta a entrar em pauta aqui quando apenas uma das áreas da nossa vida se sobrepõe às outras, gerando algum tipo de desequilíbrio -quer seja no âmbito profissional, sentimental, familiar ou qualquer outro-, a ponto de fazer com que nos anulemos em algum ponto, na tentativa de dar conta de tudo ao mesmo tempo (o que a gente já sabe que não é possível).
habitos e rituais para melhorar saude mental e emocional, autoconfiança e autoestima. blog do math
Dentro dessa equação e da busca por moderação, reservar um tempo para cuidar de nós mesmos, do nosso bem estar físico e emocional é algo básico e não deve, jamais, ser encarado como frescura, superficialidade ou um mero luxo.

A gente vive um momento onde tudo nos estimula a empreender, crescer, juntar dinheiro e há grandes chances de isso se tornar prioridade, até que você consiga juntar vários dinheiros, olhar ao seu redor, perceber que tá rodeado de vários ninguém, voltar algumas casinhas no jogo da vida e se perguntar se valeu a pena.

habitos e rituais para melhorar saude mental e emocional, autoconfiança e autoestima. blog do math
Esse último capítulo do editorial, em especial, tem um significado ainda mais pessoal e intenso pra mim, devido ao fato de eu ter visto de perto, durante uma grande parte da minha vida, a autoestima de uma mulher incrível (minha mãe) desaparecer ao longo dos anos, à medida em que ela se anulava com o argumento de ter que levar a casa nas costas.
Não apenas o argumento era muito verdadeiro como o resultado disso foi quase devastador, que com certeza ainda vai nos render alguns anos de trabalho pela frente para recuperarmos, juntos, parte do "prejuízo".

habitos e rituais para melhorar saude mental e emocional, autoconfiança e autoestima. blog do math
Falar de autocuidado (ou selfcare, seguindo o hype do momento) pode nos levar à imagem de pequenos rituais de cuidado com a pele -que inclusive foi o que inspirou a parte visual deste capítulo-, mas devemos lembrar que cuidar de si mesmo inclui manter a saúde em dia, fazer exames básicos com certa frequência, se alimentar de forma saudável dentro do possível na sua rotina, entre outras coisas -das quais eu falho miseravelmente em várias, mas considero que a consciência já é um ótimo primeiro passo.

E é óbvio que cuidar da pele, do sorriso, do cabelo e de toda essa parte "visual" também é importante e não deve ser diminuído pois tudo o que pode nos ajudar a ter mais qualidade em relação à saúde mental e emocional e nos tornar mais autoconfiantes vale a pena e merece nossa atenção, desde que lembremos que não se trata apenas disso; encontre tempo para meditação, caminhada ou qualquer outra coisa que seja o seu momento de cuidar de você e lembre-se sempre de que tudo o que foi mencionado aqui e nos capítulos anteriores são caminhos e descobertas estritamente pessoais, daí o lance de você se colocar na posição de protagonista e descobrir o que funciona pra você.

habitos e rituais para melhorar saude mental e emocional, autoconfiança e autoestima. blog do math

Seja se permitindo pequenos prazeres, se cobrando menos ou encontrando um tempinho na rotina pra cuidar de você, a mensagem principal do editorial é que a gente precisa melhorar nossa relação com a gente mesmo, olhando para dentro na tentativa de entender o que é se amar, afinal, talvez a gente nem reflita sobre isso, da mesma forma como a gente mal para pra se olhar no espelho ou para fazer uma refeição com calma, em meio a um cotidiano tão caótico.

Pra finalizar, meu muito obrigado às pessoas queridas envolvidas em mais esse projeto (todo mundo listado aqui em baixo) e a você que tá ajudando a espalhar essa mensagem nas redes sociais.

Concepção, produção e styling: Math e Eleanor Portela
Consultoria: Athena Melo
Fotografia: Alice Leite
Modelo: Kamila Souto - 3 Models
Beleza: Jackeline Monteiro
Locação e mobiliário: A Garimpeira
Balões: Planet Balloon

Postar um comentário

Contact

Instagram

© BLOG DO MATH
Design by The Basic Page