Vocês já se recuperaram da primeira parte do Math Fest?
Porque eu não, rs
Mas bora logo dar continuidade porque tem tanta coisa linda pra compartilhar que não dá pra segurar...

Conforme eu expliquei no post anterior, a ideia do Math Fest era criar mais do que uma festa, proporcionando à nossa comunidade uma experiência interativa e imersiva, onde todo mundo pudesse se divertir e vivenciar o momento de forma única enquanto aprende, dialoga e conversa.

Para isso, foram feitas 7 instalações inspiradas em momentos importantes da história do blog e alguns editoriais foram remixados, colocando a galera como protagonista nos espaços anteriormente ocupados pelas modelos (maravilhosas) que deram vida às narrativas visuais aqui contadas.

Também contei que começamos o evento com a exibição do documentário "Digital", da Julia Sá, sobre criação de conteúdo digital em Brasilia, em uma sessão de cineminha bem maravilhosa regada a pipoca gourmet, suco e brigadeiro, seguidos de um talk com a psicanalista Cristielle Fagundes sobre saúde emocional em tempos de internet.




Toda essa fala sobre conexão, web, etc nos levou a uma oficina sobre insta stories, onde compartilhei  um pouco da minha metodologia/mindset para desenvolvimento de narrativas para conteúdo, inclusive audiovisual e meus apps favoritos para edição de imagens.




Falar de stories me pareceu absolutamente compatível com a ocasião, já que 2018 foi um ano em que eu produzi menos conteúdo diretamente para o blog, por estar me dedicando a outros projetos offline incríveis e foi através de vídeos de 15 segundos que a gente conseguiu manter e estreitar nossos laços, onde eu pude dividir com vocês partes sinceronas e honestas da minha rotina, inclusive minha mudança de uma kitnet para um apartamento, onde pude ter um espaço de trabalho melhor, maior e mais inpirador, cheio de cor, brilho e de globos de espelho que serviram de inspiração para uma outra instalação que também bombou muito, composta por disco balls, balões e franjas.









Criei esse cantinho pensando em como eu poderia transportar um pouco da sensação que tenho todos os dias a tarde quando o sol bate na janela e meu home office vira uma festa.

Sabe aquele ditado que diz "se Maomé não vai até a montanha, a montanha vai até Maomé"?
Nem sei se o ditado é realmente assim, mas o fato é que meu raciocínio foi levar um pouco do meu cantinho até o evento para todo mundo sentir um pouco do que eu sinto aqui todos os dias.

E daí surgiu uma instalação cheio de brilho, em camadas, onde todo mundo deu aquele close certo e rendeu fotos maravilhosas.






Mas festa boa não é feita só de foto e close, é claro!
A gente precisa estar bem alimentado pra segurar o carão e, se teve uma coisa que não faltou na nossa festa, foi comida boa!

Tivemos nada mais, nada menos que Paprica Burger servindo os famosos (e deliciosos) chips para a galera, a partir de uma instalação que era uma releitura do nosso editorial inspirado nas lanchonetes mais descoladas ao redor do mundo -e ninguém melhor que o Páprica, que trouxe esse conceito super modernão para a cidade, para representar esse papel na nossa "lanchonete".





Quem ocupou a mesma instalação lúdica e colorida com cara de boteco fofo foi o pessoal do Lá Em Casa Cuisine D'amis, que trouxe comidinhas francesas de primeira, assinadas por uma chef maravilhosa, para deixar o nosso cardápio ainda mais phyno, já que comemorações desse tamanho merecem.



Marcelo e Ednilson, os atuais responsáveis pela empresa, foram super queridos desde o primeiro contato e, não é apenas por ter sido uma parceria incrível, mas eu recomendo fortemente que você conheça o cardápio divino, que pode te salvar em ocasiões em que você queira servir algo único para pessoas especiais.
Não sou só em quem tô falando. Tem toda uma turma de mais de 100 pessoas que provaram e podem afirmar que é maravilhoso, taoquei?



Como não é segredo pra ninguém que eu sou a loka das bóias, tivemos mais uma instalação inspirada no verão, onde todo mundo podia tirar foto "aérea" (a idéia era reproduzir uma piscina e uma boia onde, mesmo em pé, na foto, ficaria parecendo que a pessoa estava deitada, curtindo) com minha bóia favorita e retirar um brinde muito fofo enviado pelo pessoal da Celebrar: uma mini bóia de flamingo -que por muito tempo foi o ícone principal aqui do blog, quem lembra?



Por falar em Celebrar, preciso dizer o quanto ela foi uma parceira incrível e nos enviou, além de mimos para todo mundo, descartáveis e é também de lá que vieram as franjas que usei para a instalação toda trabalhada no brilho (que tanta gente me pergunta)...

E se a gente tá falando de piscina, flamingo, verão, não tem como não falar de sorvete, né?
Teve gelatto da Oni Uno, que, além de ser uma delícia, já apareceu aqui no blog como um dos meus lugares favoritos pra passear com o Sushi aqui na cidade -locais pet friendly são sempre os melhores locais.



Chegando ao fim da timeline do nosso evento, deixamos para o final a grande "surpressa" da festa: o preview de lançamento de Rainbow, a coleção de papelaria assinada por mim para a Magnólia (que vai ganhar um post especial aqui no blog nas próximas semanas).


Juntamos em um único ato a gratidão por nossa história ao longo dos 7 anos colhendo frutos do reconhecimento de um trabalho feito com tanto carinho, gratidão e comprometimento e a curiosidade por finalmente saber como seria a aceitação das pessoas em relação aos produtos.

Resultado: senti alívio (eu imaginava que as pessoas fossem gostar, afinal, tudo tá lindo, divertido e tem muito amor envolvido, mas sempre dá um medinho, rs) e fui surpreendido com a melhor receptividade do mundo que todas as migas que estavam lá e puderam ver o material em primeira mão tiveram.


Foi incrível e acho que não poderia ter um lançamento melhor, já que isso é resultado de um trabalho feito em equipe, aliás, em família, pois o apoio de vocês sempre foi meu termômetro e minha inspiração para continuar.





Por fim, mas não menos importante, uma das minhas instalações favoritas: a máquina de recados do dia dos namorados ganhou uma nova versão, toda amarela com mensagens de felicidade, alegria e sorrisos representadas nos balões amarelos de smiley.
Dali que saíram também os brindes exclusivos da Magnólia para quem estava presente no evento: um bottom e uma cartela de adesivos exclusivos e baseados no conceito da coleção + um voucher com desconto para quem fosse comprar os produtos nos quiosques depois do lançamento oficial.



 Uma das principais diferenças entre este evento e os anteriores é que a gente mudou todo o formato e dobramos o tamanho: antes, um encontrinho durava 2 horas e o Math Fest teve 4 horas de duração. Parecia muito, mas foi tudo tão incrível que mesmo se eu me esforçasse muito, não conseguiria explicar a forma como a energia fluiu e tudo se encaminhou de um jeito mágico, incrível...

Vi passar 4 horas onde todo mundo estava envolvido, feliz e aproveitando cada instante, cada detalhe, cada experiência proposta.

Números sempre regeram e regem a vida do ser humano e eu sempre gostei de ir na contramão.
Tá na minha essência e é esse tipo de experiência que reafirma pra mim mesmo que eu não estou errado ao pensar em pessoas ao invés de dígitos/números/algarismos, porque, no fim, números são só números e números não sentem, não curtem, não aproveitam e não proporcionariam uma sensação tão gostosa mesmo depois de alguns meses ao recordar do que foi esse dia.





Você, que tá aí do outro lado da tela, que chegou aqui hoje, ontem ou há 7 anos, é a razão de existir desse projeto sobre felicidade, diversão e mudança de vida.

Estar aqui agora escrevendo esse texto me fez recordar dos primeiros encontrinhos e como é maravilhoso ver a evolução acontecendo sem que a essência se perca.

Obrigado, de coração a você que sempre esteve aqui baixando um freebie, se inspirando em uma produção, que já fez picnic por ver os incontáveis que eu fazia e postava aqui, que já quis muito ter um flamingo na sala de casa, que tem paciência de assistir uma fila infinita de stories nos dias em que eu tô atacado, que torce para que o blog continue existindo...

Obrigado aos parceiros queridos, tanto aos que me acompanham há anos quanto aos que acabaram de chegar e confiaram no projeto, que já se tornou um dos meus maiores orgulhos da vida.

Acreditar e juntar forças é uma das capacidades mais incríveis do ser humano e sempre que acontece, temos resultados maravilhosos, tocantes e memoráveis.
Gratidão por fazerem parte desse momento mágico comigo e com toda essa família incrível.

Chips: Paprica Burger
Sorvete: Oni Uno
Tortas e Saladas: Lá Em Casa Cuisine
Brindes: Magnólia
Descartáveis e brindes: Celebrar

Já estou muito ansioso por uma próxima edição e espero encontrar vocês lá mais uma vez, juntamente com vários rostinhos novos que queiram se juntar ao bonde 🌈🌈🌈.

Agradecimentos e felicidade a parte, a Milca e a Lara (que clicaram todo o evento pra gente) disponibilizaram todas as fotos profissionais em uma galeria nesse link aqui.
Como foram muitas fotos, eu não conseguiria colocar tudo em um, dois ou cinco posts, rs, mas você pode selecionar suas favoritas e salvar com você.

Não deixe de postar na sua rede social favorita e usar a nossa hashtag do evento: #MATHFEST e marcar as meninas @fotosdamilca, ok?

Bjs do Math, muito obrigado e até a próxima!

Postar um comentário

Contact

Instagram

© BLOG DO MATH
Design by The Basic Page