Acho que não é segredo pra ninguém que eu amo verão, né? Muita cor, muita luz, sorvete (melhor invenção do ser humano), piscina (pra quem é rykah e tem condições, o que não é o meu caso. Mas a gente sonha, pelo menos), bóias etc...

Mas eu também amo dias frios, principalmente se eles vierem acompanhados de chá ou chocolate quentinhos e maratona de séries sem se preocupar com a hora passando no relógio, e essa é exatamente a época do ano em que esse clima se instala aqui em Brasília. Tem sol forte ali do lado de fora, mas minha janela tá fechada e tô escrevendo esse post com meias nos pés, porque tá bem frio.

É uma delícia ficar e/ou trabalhar em casa com esse clima e tudo pode ficar ainda mais gostosinho se a gente conseguir criar cantinhos bem aconchegante. E como eu tava arrumando algumas coisas por aqui, resolvi fazer esse post compartilhando alguns dos meus truques favoritos para deixar o ambiente mais aprazível, junto com uma lista de coisinhas que acho que podem ajudar (algumas que eu tenho, uso e adoro e outras que eu tô querendo).
1. Não existe coisa pior do que acordar e pisar no chão gelado. E quando se mora em apartamento alugado (e se é blogayra pobrinha, tudo junto ao mesmo tempo), mudar o piso e instalar algo mais aconchegante não é exatamente uma opção -mesmo considerando a possibilidade dos pisos vinílicos (que tem preço consideravelmente acessível, mas você tem que tirar tudo de casa (e colocar onde, meu amor? ) e tem os custos de instalação também, o que torna algo inviável, a não ser que você esteja de mudança e se organize para fazer isso no seu futuro/novo lar, antes de se mudar com os móveis e tudo mais).
Nesse caso, uma solução muito mais simples (e óbvia!) ajuda a deixar qualquer canto da casa mais acolhedor: os tapetes.

O único problema é que, ao pesquisar recentemente em busca de modelos para usar aqui em casa, descobri que encontrar tapetes bonitos, descoladinhos e com um preço ok aqui no Brasil é missão quase impossível.
Obviamente, eu entendo o valor do design e não sou daquelas pessoas que acha tudo "um roubo", mas realmente tem preços surreais por aí, viu...

Me apaixonei por esse de bolinhas coloridas da Oppa, mas achei o preço um pouco salgado (2k por um tapete não tão grande assim não rola pra mim) e acabei ficando com um modelo mais simples do Westwing -que está demorando uma vida para chegar e eu tô morrendo de medo de não curtir quando o vir pessoalmente.

Eu queria muito algo com mais personalidade, mas só encontrei modelos que realmente me arrebataram na gringa e não estou disposto a pagar fretes surreais, então, vai ficar para uma próxima (até porque ainda pretendo ter uma pequena coleção de tapetes para mudar os ambientes segundo o meu humor, hahaha).

2. Luz indireta: eis o truque pra deixar qualquer cantinho da casa mais charmoso em qualquer época do ano.
Acontece que quando a gente pensa em luz indireta, geralmente vem à mente a ideia de spots embutidos no teto, que são maravilhosos, mas aí a gente já pensa na trabalheira e no gasto de instalar teto de gesso, o que também nem sempre é uma po$$ibilidade (pra que eu vou gastar com teto de gesso se tenho uma lista gigante de bóias pra comprar, meu amor? Hahaha).

Nesse caso, luminárias de trilho ajudam a resolver o problema, mas se a senhora faz parte do time das menos encorajadas (preguiçosa mesmo, né? A gente é miga, pode jogar na cara sem frescura, haha), uma solução ainda mais simples são as luminárias de apoio, que pode ser um abajur de mesa, de piso ou arandelas. Como nem sempre a gente tá com disposição para instalar coisas na parede, luminárias móveis são uma excelente opção, principalmente porque você pode mudá-las de lugar a qualquer momento, migrando inclusive de um cômodo pro outro.

O truque é: tá achando um cantinho sem vida? Taca um ponto de luz que resolve. E eu tô falando sério, tá? Tenta aí e me diz se não funciona...

Essa luminária de piso da Tok & Stok dourada com design bem minimalista, eu vi pessoalmente (em liquidação) na loja e fiquei querendo muito aqui pra casa. Achei bem phyna e com certeza ficaria bem babado ao lado do meu sofá ~hétero~ cor de menta.

P.s.: quando falei sobre instalar luminária de trilho e usei a palavra preguiçosa, eu tava zoando a mim mesmo, tá? Tô há meses querendo instalar uma aqui em casa, mas confesso que a preguiça tá maior que a vontade de ter uma iluminação de rykah. Logo, eu entendo se você não estiver com coragem de sobra e não te julgo, haha.

3. Outra coisa que funciona em casa a qualquer época do ano e deixa tudo mais harmonioso: flores.
E onde colocar flores? Em vasos fofos, que não exatamente precisam ser vasos; essa jarrinha rosa com bolinhas, por exemplo, ficaria uma graça com flores em qualquer canto aqui em casa (e na sua também, com certeza).
Acho que todo mundo já sabe, mas vale repetir que garrafas de vidro juntas também formam composições graciosas com florzinhas dentro. E não para por aí: a senhora também pode usar copos descartáveis (desses com estampas fofinhas que a gente encontra nas lojas de festa), latas de produtos que a gente compra no mercado, caixas de suco/leite pintadas e/ou estilizadas, canecas, xícaras, bowls e o que mais a criatividade deixar (lembram que eu já usei até um tênis como "vaso" para flores nesse picnic anos atrás? Pois é)...

4. Frio combina com... sopa.
Eu não sou uma pessoa apaixonada por sopas, confesso. Acontece que em dias muito frios, um espírito devorador de sopas me possui e eu fico salivando aqui querendo (e me estranhando por desejar algo que eu nem gosto. Toda vez me pergunto se estou grávida e depois me lembro que seria humanamente impossível, então eu desisto de ir à farmácia comprar um teste de gravidez).
E não sei vocês, mas eu não gosto de tomar sopa em prato. Gosto de sentar no sofá, enrolado em um cobertor e protegido por uma barreira de almofadas e tomar sopa no bowl, que tem que ser bem fofo, como manda o figurino da casa viada, pois a gente não é o que? Obrigada a nada!
Eu tenho uma coleção de bowls fofos com estampinhas de flores e pássaros, com cara de bichinhos, estampas geométricas, lisos em cores fofas, e agora tô apaixonado por esse da cozi, com pegada nórdica.

Outra coisa que eu não curto é caldo, mas acho que seria bem fofo chamar as miga para uma noite de caldos em casa, sentar todo mundo no tapete com futons e tomar caldo em tigelas fofinhas assim. Pena que não tenho coragem de cozinhar pra mim nem pras miga. Vou ficar só na vontade mesmo, risos.

5 - 6. Almofadas, outro item da lista que é indispensável a qualquer época do ano, mas no frio, tenho a sensação que elas se tornam ainda mais especiais, porque dão automaticamente uma sensação de conforto e aconchego instantâneo.
Um sofá sem almofadas é uma coisa, já um sofá com almofadas é outra história... e a mesma ideia se aplica a cama, por exemplo.
Sem contar a possibilidade de fazer mesas baixinhas e todo mundo sentar no chão, como eu mencionei no tópico anterior, né...
As duas são Moderno e da Tok & Stok, respectivamente.

7. Mantas e xales são coisas que eu costumava detestar na infância, porque minha mãe usava de um jeito feio pra cobrir os móveis (desculpa mãe, mas sou taurina sincerona), porem, recentemente tenho visto minhas blogueiras gringas favoritas usarem como recurso de styling para deixar os ambientes mais bonitos e olha, funciona, viu...
O xale para sofá da foto também é da Tok & Stok e eu já tô super de olho procurando algumas mantas com cores bem vibrantes pra fazer contraste com os tons de rosa e menta que tenho por aqui. Ganha um doce quem adivinhar as cores que tenho em mente! :)

8 - 9. Dando continuidade ao item 4, toda casa que se preze tem que ter louças fofas pra gente usar em ocasiões especiais (e no dia-a-dia, porque eu não guardo nada no armário esperando receber visita da rainha não, viu...). Em dias frios, canecas e xícaras ajudam a deixar a gente quentinho tomando chá, café ou chocolate quente rosa. Por sinal, quem lembra daquele chocolate quente rosa babado que eu ensinei lá no canal do blog no YouTube?

Eu tô curtindo os modelos mais clean e com detalhes fofos atualmente, mas tenho uma coleção de xícaras e canecas fofas em estilo retrô por aqui e, podem crer, elas são usadas quase que diariamente.
As duas usadas na lista são da Collab55 e da Corporação de Ofícios.

10. Assim como as luminárias, as velas super ajudam a dar um charme na decor, criando pontos de luz que ajudam a aquecer o ambiente. E se ela tiver cheirinho como essa do Ateliê Botânico, melhor ainda!
Dá pra usar na varanda (em porta velas de vidro pra barrar o vento), na mesa de jantar, ao lado da cama e onde mais estiver precisando daquele toque romântico e aconchegante.

11. Móveis de madeira, de preferência em tons crus, ajudam a deixar o ambiente mais "quente", ao contrário de móveis de ferro e vidro, por exemplo. Nesse caso, não precisa de grandes explicações, é óbvio ao toque, mas também visualmente.
Eu tô apaixonado por esse banco escada (também da Oppa) e imagino um mini jardim de suculentas e cactos em cima dele. Quem mais gosta da ideia?

Apenas lembrando que lugar aconchegante não significa exatamente tons terrosos e base totalmente neutra, tá?
Como eu mesmo disse no começo do post, o clima frio aqui em Brasília, por exemplo, tem sol todos os dias e muitas flores pela rua, pois nessa época começa a temporada de ipês e várias outras flores estão desabrochando, ou seja, aquele conceito de outono e inverno gringo com esquilos e bosques encantados não é exatamente compatível com a nossa realidade, portanto, aproveita e abusa das cores que você gosta. Eu, por exemplo, tô usando muito rosa e amarelo aqui em casa, que é meu novo combo de cores favorito, e que ajuda a deixar os dias frios mais animados também!

Espero que tenham gostado das dicas e apenas acho que quem tiver mais sugestões pode comentar aqui em baixo, né? Todas as migas vão adorar ler.

Bjs do Math e até a próxima...

Postar um comentário

Contact

Instagram

© BLOG DO MATH
Design by The Basic Page