BLOG DO MATH PALOMA TORALLES MOCA DO BUQUE DECORACAO NATAL

Vocês pensaram que eu não ia rebolar minha bunda hoje, né o especial de natal ia ficar só na decoração e nos vídeos de DIY? Por pouco, ia mesmo, rs.

Eu fiz essas fotos depois de uma maratona muito intensa de produção e gravações do especial de natal. Meu corpo e minha mente já estavam bem cansados e na hora eu não percebi nada, mas quando fui editar as fotos, notei que não estava realmente satisfeito com o resultado, basicamente por causa do fundo e quase deixei tudo na gaveta.
Sou muito perfeccionista e os elementos atrás da mesa (a casinha com a luminária e os pinheirinhos) me incomodam visualmente, mas não é apenas disso que se trata.

Explico: semana passada, totalmente por acaso, me vi assistindo um vídeo entitulado "Como ficar Barbie sendo pobre", do canal da Hugo Nasck, uma transgênero não-binária (tem várias explicações sobre questões de gênero bem legais lá no canal dela) maravilhosa e divertidíssima, que falou durante o tutorial de maquiagem mais divertido ever sobre como é importante se sentir bem consigo mesmo e o quanto ela gosta de simplificar a vida, tudo de um jeito muito autêntico e natural.

E se tem uma coisa que 2016 me ensinou foi que "antes feito que perfeito"; somando-se isso ao fato de que fiquei muito tocado pelo jeitinho da Hugo, eu concluí que deveria, sim, compartilhar uma historinha com vocês.

Bora lá.
Quando eu criei a produção de natal que vocês viram ao longo das últimas semanas, eu estava totalmente inspirado pelos acontecimentos de 2016, principalmente uma ocasião específica que eu não expus antes porque só gosto de compartilhar as coisas boas e acho que, agora, essa experiência já pode ser vista como algo realmente bom e inspirador: meses atrás, minha irmã fez uma cirurgia, teve complicações e ficou internada por um mês (quando deveria ter ficado no máximo 5 dias), passando pela UTI três vezes.
Durante essa fase complicada, eu percebi que a gente precisa simplificar a vida para ter mais tempo  com as pessoas que realmente importam e fazem a diferença na nossa vida, afinal, a gente não sabe até quando teremos essas pessoas por perto e com saúde, para desfrutarem as oportunidades que a vida nos dá.

Mas Math, o que isso tem a ver com as fotos?
Eu expliquei nesse vídeo que optei por formas mais simples e tirei os elementos tradicionais e genéricos da minha decoração porque queria que esse natal tivesse um significado especial pra mim e para a minha família.

A mesma coisa aconteceu com a mesa posta, que é uma extensão do que vocês já viram antes e eu precisava explicar tudo isso porque, como eu disse anteriormente, não gostei tanto do resultado das fotos, mas não teria como refazer tudo e não queria deixar de compartilhar algo com tanto sentimento envolvido.
Sim, pode parecer apenas uma mesa posta com idéias e composições estéticas, mas tudo foi pensado com o coração (como sempre) e eu acho que seria um desperdício não dividir essas idéias com vocês apenas por vaidade ou perfeccionismo, então, vamos lá:
BLOG DO MATH PALOMA TORALLES MOCA DO BUQUE DECORACAO NATAL
Como a idéia era simplificar, pensei em algo mais clean, leve e moderninho, com mais espaços vazios, mais respiros (tô curtindo muito essa vibe, já notaram, né?), misturando e resignificando coisas simples e usando um pouquinho de criatividade para encher a mesa de projetos DIY bem práticos.

Já pra começo de conversa, os arranjos florais tradicionais foram substituídos por mini pinheiros que, na verdade, são galhos de pinheiros em copos de melamina que trouxeram aquele clima natalino para o centro de mesa.
BLOG DO MATH PALOMA TORALLES MOCA DO BUQUE DECORACAO NATAL

Como as casinhas foram um elemento chave em toda a decoração, queria que elas aparecessem na mesa também e fiz esses porta-velas de cimento. Infelizmente, não deu tempo de gravar o passo a passo deles para o canal, mas se vocês quiserem, posso ensinar depois.

Eu adoro velas na mesa, principalmente em ocasiões especiais. Se você quiser muito usar e não tiver um candelabro baphonico em casa, rola improvisar com uma garrafa, cola e gliter ou até mesmo com copos simples e velas curtinhas (daquelas específicas para usar em decoração de mesa)

A vela que usei na foto é uma comum, repaginada com um toque de tinta spray cor de menta, formando um degradê; muito fácil e rápido (fiz em 30 segundos, rs).

BLOG DO MATH PALOMA TORALLES MOCA DO BUQUE DECORACAO NATAL

Taças de vidro phynissimas e carézimas? Adoro!
Mas e se tiver copos descartáveis fofíneos (esses são da Meri Meri, uma marca gringa de produtinhos de festa) pra combinar com as cores da mesa?
Acho bem válido. Mais alguém concorda?
BLOG DO MATH PALOMA TORALLES MOCA DO BUQUE DECORACAO NATAL
Reparou nos micro pinheirinhos também? Eles ajudaram a preencher os espaços na mesa sem poluir visualmente e o truque é o mesmo: pontinhas de galhos de pinheiros naturais que eu colhi na rua e fixei num pedaço de esponja floral dentro de copinhos de café descartáveis (esse fofo de estrelinhas é lá da Tom & Sophie) e em porta-ovos de porcelana.
Pra fazer um acabamento digno, sobras pequenas dos galhos ajudam a cobrir a esponja.
BLOG DO MATH PALOMA TORALLES MOCA DO BUQUE DECORACAO NATAL

Eu continuo adorando meus pratos vintage coloridos e estampados, mas o que eu tinha em mente para esse natal não combinava com eles. Então começou a busca pelos pratos ideais e, depois de muita pesquisa, encontrei na Camicado esses, brancos e simples/minimalistas, de melamina.

Se alguém me oferecesse um prato assim (tão neutro) 3 anos atrás, provavelmente eu jogaria pela janela, rs.
Parece que o jogo virou, não é mesmo?

Outro ponto chave da mesa foi a brincadeira com o deslocamento dos objetos: um envelope/saquinho de festa com um pão para entrada (poderia ser um cookie ou qualquer outro mimo comestível) virou cardápio. Tudo feito à mão, com pincel permanente -mas pode ser canetinha hidrocor ou qualquer outra coisa que você tenha por perto.
E os talheres se "rebelaram" e foram parar dentro do prato, ao lado do cardápio das diferentona, com um lacinho de barbante colorido, um ornamento natalino e um raminho.

As regras de etiqueta ensinam colocar faca à direita (com corte para dentro) e garfo à esquerda?
Sim. E a gente já sabe, mas pra que seguir regras se a gente pode quebrá-las?
Eu, que tenho alergia a coisas e pessoas normais, adorei o resultado, rs.

BLOG DO MATH PALOMA TORALLES MOCA DO BUQUE DECORACAO NATAL
BLOG DO MATH PALOMA TORALLES MOCA DO BUQUE DECORACAO NATAL
O bowl em formato de ursinho trouxe um toque lúdico que eu gosto no cantinho da mesa com os macarons maravilhosos da Mon Petit Sweet.
BLOG DO MATH PALOMA TORALLES MOCA DO BUQUE DECORACAO NATAL

Como vocês já sabem, eu nunca gostei de nada muito certinho e adoro mesas assimétricas; no caso dessa mesa, como optei por usar pratos iguais, brinquei com os jogos americanos, para que os lugares não ficassem todos "mais do mesmo".

Reparem que os jogos americanos não são iguais mas combinam totalmente entre si, pela cartela de cores e formas geométricas simples.
Agora, o grande segredo: os jogos americanos são os papeis de presente que eu disponibilizei para download aqui no blog, impressos em papel sulfite comum tamanho A3.

Essa idéia ajuda a poupar dinheiro com objetos temáticos que você nunca mais vai usar e poupa trabalho: imagina gastar uma grana comprando vários jogos americanos de natal que você só pode usar nessa época e provavelmente nem vai querer reutilizar no ano que vem. E imagina também ter que lavar e guardar todos depois da ceia.

Pra que fazer isso se você pode usar o dinheiro para investir numa brusinha bem bapho ou naquele batom que você tava querendo pra matar aquela prima r3c4lc4d4 de evejas (aquelas que estimulam discórdia familiar no post de natal, hahaha. Coerência. Tô de brinks, tá, migas?).

BLOG DO MATH PALOMA TORALLES MOCA DO BUQUE DECORACAO NATAL

Por fim, outra coisa legal que deu um charme na mesa: mini pompons brancos colados na toalha de mesa, para dar textura.
A intenção nem era representar neve, mas se você gosta da ideia, funciona para esse fim também ⛄

BLOG DO MATH PALOMA TORALLES MOCA DO BUQUE DECORACAO NATAL

Ficou simples, mas muito aconchegante e eu garanto que deu muita vontade de sentar para comer e jogar papo fora quando a mesa estava montada.
Apenas aproveitando para reforçar que simples não é um adjetivo ruim, tá? No meu caso, representa meu estado de espírito no momento.

Muito obrigado, Hugo Nasck, e obrigado, vida, por me ensinarem, nessa reta final de 2016, que existem coisas mais importantes na vida do que um backdrop que não saiu exatamente como você (eu) havia imaginado, rs.

Espero que as idéias ajudem e inspirem vocês e, mais importante, que o natal de vocês seja maravilhoso, inspirador e cheio de muito amor e troca de experiências com as pessoas que a gente ama!

Concepção, produção e styling: Math
Cookies: Paloma Toralles
Macarons: Mon Petit Sweet
Descartáveis: Tom & Sophie
Suportes: A Garimpeira

Bjs do Math e até a próxima!

Postar um comentário

Contact

Instagram

© Blog do Math
Design by The Basic Page