Apesar de não ser uma loja toda fofa e cheia de frufru em tons pastel (ela já foi assim no passado, basta dar um google pra conferir), eu me senti totalmente à vontade na Bartolomea; talvez porque tudo lá seja tão autêntico que essa identificação fosse inevitável, já que a minha vida é uma eterna busca por novidades originais -o que fez com que eu a colocasse no topo das minhas lojas favoritas da cidade.


O estilo da loja é um mix entre industrial e handmade e a fofurinha de outrora realmente ficou apenas na história da loja, que tem em seu mix de produtos vários objetos de fabricação própria.
Tudo lindo mas sem frescura, o que resulta numa sofisticação despretensiosa.


A experiência sensorial já começa do lado de fora, com uma fachada discretinha, sem grandes alardes, sem um logo gigante pra avisar que ali é a loja (o que ressalta a ideia de "não estamos querendo chamar a atenção de todo mundo, apenas das pessoas que tiverem sensibilidade para captar o que estamos propondo"). Tendo você captado a ideia e se interessado pela proposta, entrando na loja -que aparentemente foi montada em um galpão bem antigo-, a playlist moderna, sofisticada e vanguardista já cria um super contraste de sensações inicial, deixando claro o quão gostoso vai ser passar alguns momentos ali dentro querendo ser ryka pra comprar tudo o que está exposto.


O fato de a porta estar sempre fechada (você tem que tocar a campainha para que alguém abra lá de dentro) pode passar uma sensação de frieza inicialmente -foi o que eu senti, pelo menos-, mas valeu a pena entrar e se sentir abraçado por todas as ideias geniais de branding criteriosamente planejadas que estão ali dentro.


Como eu já disse antes, a loja é linda, mas não é fofinha... O visual é mais "robusto", meio industrial glam e os produtos seguem uma linha mais handmade.
A maioria das peças parece realmente ter sido feita à mão, pois o acabamento não é tão "polido"... é algo que tende para o boho, mas sem cair no clichê -lembra um pouco o "jeito Anthropologie" de ser.


A loja é pet friendly (a loja tem até um álbum na página do facebook mostrando os animais de estimação que visitaram as lojas), então pudemos entrar tranquilamente com o Sushi, que logo fez amizade com a moça que estava nos atendendo e que foi super querida do começo ao fim.



Como dá pra perceber pelo post, me deixaram tirar foto livremente dentro da loja, o que nem sempre acontece por aqui... Mais um ponto pra Bartolomea! <3

Vocês devem estar curios@s pra ver o que eu comprei lá, mas eu ainda não vou mostrar porque:
1. Talvez eu volte pra comprar mais (Sander puxa os cabelos só de imaginar, rs).
2. Porque pretendo fazer um post ou vídeo pra mostrar todas as comprinhas da viagem de uma vez só.

Onde:

Nicaragua, 4677
Palermo Velho


Horários:
Segunda à sexta: 10:30hs - 19:30hs
Sábado: 11hs - 20hs

Na internet:https://www.facebook.com/bartolomeadeco

P.s. 1: não deixem de dar um google pra ver como a loja era antes... eu fiquei morrendo de vontade de tê-la conhecido há uns dois ou três anos...

P.s. 2: tem uma outra loja em Palermo Hollywood também; é um pouco menor e eu não cheguei a entrar ou comprar nada, só passei pela frente.
Ela fica na Dorrego, 2212, perto da Cou Cou.

Bjs do Math e boa semana!

Postar um comentário

Contact

Instagram

© BLOG DO MATH
Design by The Basic Page