matheus fernandes

Entre as minhas paixões nessa vida, pedalar de bike no fim do dia ouvindo Colbie Caillat e Jack Johncon está no topo da lista!

Meses atrás, quando eu estava procurando algum local pra alugar bicicleta pra pedalar com os amigos, fiquei muito frustrado ao descobrir que não tinha nenhum serviço desse tipo por aqui.
Resolvi então comprar uma bike (ainda não mostrei ela aqui, né? É que não tive tempo!), que resolveu parcialmente o problema, porque eu queria pedalar com a turma, mas ninguém além de mim tem magrela!

Algum tempo depois, fiquei sabendo que finalmente chegaria à capital o projeto Mobilicidade, que eu conheci durante uma viagem ao Rio de Janeiro 2 anos atrás. Fiquei feliz? Muito! Agora da pra fazer tour de bike com a galera! =)

Como funciona o projeto?
É mais ou menos assim: você tá andando pela cidade, encontra um pontinho laranjado cheio de bikes, pega uma, dá uma volta e depois devolve! Lindo, né?

Onde tem?
O projeto começou oficialmente hoje, 28 de maio, aqui em Brasília. Por enquanto, só temos 10 pontos distribuídos ao longo do Eixo Monumental e na Esplanada dos Ministérios (veja os locais exatos das estações aqui), mas a promessa é de termos 400 bicicletas espalhadas por toda a cidade.

Quero alugar uma bike, Math, #comofas?
Eu expliquei resumidão ali em cima, mas pra dar certo de verdade, você tem que entrar no site do Projeto Mobilicidade e fazer seu cadastro. Quando chegar na estação, é só ligar para o número 4003-9846 ou usar o aplicativo para smartphone (tem pra todas as plataformas, gente! Oba!) pra destravar a bike. Funciona todos os dias, das 6 à meia noite, e você pode usar por uma hora, devolve na estação mais próxima e espera 15 minutos pra pegar de novo. Se ultrapassar esse período, tem acréscimo no valor (veja mais informações sobre o preço a seguir).

Tem que pagar?
Tem sim, amigos! Mas é bem baratinho: custa apenas R$10 por ano, que vai ser tarifado durante o seu cadastro no site via cartão de crédito. Caso você ultrapasse o limite de 1 hora com a bike e fique utilizando de forma ininterrupta, serão cobrados R$5 por cada hora adicional.


OMG! Deu pau, e agora?
Acontece, as vezes, de você simplesmente não conseguir destravar a bike na estação. Caso aconteça isso ou qualquer outra coisa fora do previsto, você pode ligar pro call center e pedir ajuda.

Ficou claro?
Em caso de dúvida, o site do projeto é bem descompiclado. É só dar um clique rápido lá.

Ai, gente, tô muito feliz com a chegada dessa lindeza por aqui...
Quero ver todo mundo pedalando, heim?
Faz bem pra saúde, pra alma, emagrece e é bem baratinho, hehe!

Bjs do Math!

Postar um comentário

Contact

Instagram

© BLOG DO MATH
Design by The Basic Page