blog do math cozinha fofa pip studio rice

Como decorar uma cozinha pequena em apartamento?

Mirei na Maria Antonieta, acertei na Regina Casé: todo mundo sabe essa história da minha vida. Risos, muitos risos.

Eu sou kitsch, não nego.
Minha alma é multicolorida; me orgulho de dizer isso e fico surpreso que em pleno 2016 tanta gente ainda esboce um riso de deboche no canto da boca quando eu digo que adoro o que é brega.

Porque eu tô falando isso?
Porque vou mostrar hoje mais um cantinho da minha casa que vocês pediram insistentemente (faz de conta que um monte de gente pediu e insistiu. Acredita na magia, viado. Lua de Cristal...) e que não por acaso é uma grande mistura sem fim.

Quando minha casinha saiu no Histórias de Casa, no ano passado, eu tinha acabado de arrumar a sala e a cozinha ainda estava bem crua, mas eu tirei fotos e mandei pras meninas do site, mesmo sem amar o que aparecia no visor da tela, rs; porém eu nunca mostrei ela aqui no blog porque não está do jeito que eu gostaria que estivesse.

Minha cozinha dos sonhos é bem 50's, toda retrô, mas eu não tenho tanta liberdade para mudar as coisas de lugar aqui onde a gente mora atualmente. Tanto pela falta de espaço quanto pelo fato de ser um local alugado, o que torna qualquer grande mudança um desperdício de dinheiro.

Todavia, o mais importante sobre esse post é que realmente vários de vocês pediram pra eu mostrá-la e, apesar de não estar 100% satisfeito, decidi compartilhar porque eu acredito que a vida não é feita só de coisas perfeitas e do jeito que a gente quer.
Talvez ela nunca fique como eu quero, rs. Eu não preciso esperar até ela estar exatamente como imagino (até porque mudo de ideia muito rápido) e nem preciso preciso mostrar tudo montado e perfeito sempre.

Além disso, semanas atras uma moça começou a me seguir no insta e eu fui dar uma olhada no feed dela: trata-se de uma moça apaixonada por decor que tinha postado recentemente uma foto celebrando a vida e agradecendo porque tinha conseguido finalmente comprar uma mesa para sua casa.
Levei um tiro e fiquei pensando que enquanto eu estou aqui reclamando de falta de espaço ou porque não tenho todas as prateleiras que quero, tem gente que sequer tem uma mesa para servir as refeições...
A felicidade está na simplicidade e a beleza também. Obrigado por reforçar isso na minha mente, moça!

Com vocês, a minha cozinha (não tem fotos abertas porque ela é realmente muito pequena, rs):
blog do math cozinha fofa pip studio rice

blog do math cozinha fofa pip studio rice

Eu não tenho nenhum registro de como a cozinha era antes de eu dar uma repaginada de leve...
Mas os armários inferiores tinham portas escuras, o branquinho da parede não existia (eu tirei uma das portas pra deixar minhas coisas fofas à mostra), nem as prateleiras.

A gente tinha um microondas inútil que foi doado e eu usei a porta que tirei do armário pra fazer uma prateleira usando o suporte do microondas como base. Haja gambiarra, viado!

Aqui em casa o lance é empilhar tudo: a boleira que comprei pra usar nas mesas de chá é parte da cozinha no dia a dia e serve pra guardar xícaras, açucareiro e bowls.


Como eu já comentei antes, tirei uma das portas do armário porque pra mim não faz sentido ter coisas fofas pra deixar tudo escondido. O que é bonito é para ser visto, já dizia qualquer pessoa por aí...
Além dos objetos bem retrozinhos, com cara de casa de vó, eu sou apaixonado por coisas coloridinhas. Um cantinho aqui fica reservado só pra elas <3

blog do math cozinha fofa pip studio rice
Lembra do lance de empilhar tudo? A bandeja de servir café da manhã entrou no jogo e virou prateleira de apoio! :)

Essa luminária foi feita por mim e será um dos próximos DIY no canal lá no Youtube.

Manda mais rosa que tá pouco!

Momento mershan: a sacolinha de feira é do meu estúdio na Colab55.
Tem várias outras muito fofinhas lá...

E tem Sonny Angel espalhado pela casa inteira também!


Pedaço da porta da geladeira (não tem espaço pra fotografar ela inteira, rs. Mas ela é metalizada (prateada) e eu quero envelopar. Tô em dúvida entre azul pálido, menta ou rosé.
Ali em cima tem o Sander na fase galã da Malhação com cabelo comprido. Magya, né nom, manas?

Repararam que nada aqui é combinandinho? Tenho agonia de conjuntos, gosto de tudo separado, pra fazer a Regina Casé mesmo! É Calypsooooo!
Minha vida definida em uma palavra: cores!

Eu sei que geralmente posts de tour são feitos com vídeos, mas não tem como filmar nada dentro da minha cozinha, rs. Então, vou ficar devendo vídeo de cozinha por tempo indeterminado.

Espero que tenham gostado de conhecer mais esse pedacinho da minha casa, que diz muito sobre mim.

E pra quem quiser saber de onde são as louças e outros objetos, eu vou fazer um post em breve com uma lista de lojas fofas pra comprar coisas para cozinha (o foco vai ser louças para mesa de chá, mas uma coisa completa a outra, rs).

Bjs do Math e até a próxima!



Um comentário

  1. Gente, que lindo ver nossa cozinha no post!!!! :)
    Excelentes fotos!!! Adorei! E obrigado pelo "galã da Malhação"! Rsrs... Não é pra tanto, mas, como hj num tô mais nem pra figurante em Fatmagul, vambora se apegar no passado mesmo... Kkkkk

    ResponderExcluir

Contact

Instagram

© BLOG DO MATH
Design by The Basic Page