blog do math

2015 foi um ano tenso, complexo e agitado sob vários aspectos, mas eu acredito que minha missão nessa vida é enxergar o lado cheio do copo.
Sem ser egoísta ou desmerecer tudo de negativo que aconteceu por aí, eu vi um 2015 lindo passar "pela minha janela" e boa parte disso se deve a vocês, que me seguem, me apoiam e me incentivam (apesar de nunca terem me dado uma Chanel. Brinks. Rs); pensando nisso, eu concluí que não seria justo deixar o ano acabar sem agradecer a vocês por terem me proporcionado tantas coisas boas durante o ano inteiro e decidi fazer um último eventinho para celebrar o fim de 2015: preparei um chá em casa pra receber amigos e seguidores lá na ~casa dos flamingo~ para retribuir um pouco de toda parceria, amizade, companheirismo, carinho etc que recebi de vocês durante o ano inteirinho.

blog do math

Eu moro em um lugar bem pequeno, logo, sempre recebo um número bem limitado de pessoas, mas fiz questão de abrir as portas para fazer esse agradecimento olhando nos olhos de pessoas que tiveram importância e relevância nos fatos positivos que aconteceram comigo durante o ano, assim, eu senti que seria como se eu estivesse recebendo um pouquinho de todos vocês lá em casa, até mesmo dos que moram distante, em outros estados.

blog do math

blog do math

Porque chá?
De novo chá?
E a criatividade, miga?

Fiz chá mais uma vez porque sou uma pessoa que acredita em momentos e gosto da idéia de poder criar algo que dure por muito tempo na cabeça das pessoas, como uma boa lembrança e o ritual do chá representa bem isso pra mim, além da delícia de ter uma mesa posta preparada com muito amor para receber pessoas que a gente gosta. Coisas que nem MasterCard paga...

blog do math
blog do math
E porque eu tô falando isso aos 45 do segundo tempo, bem na última noite de 2015?
Porque eu queria aproveitar exatamente esse momento, que é tão emblemático, para expressar meu sentimento de gratidão.
blog do math


Em 2015, logo após a entrega do meu TCC, no final do ano passado, eu pude experimentar coisas novas, inclusive conhecer um eu novo.
Eu resolvi falar sobre verdades no meu trabalho de conclusão de curso e acabei descobrindo verdades sobre mim que nem eu sabia direito; e várias dessas verdades estão expostas aqui pra vocês, seja em um post com uma ilustra disponibilizada como freebie, seja em uma carta aberta no dia do meu aniversário falando sobre abusos sexuais que sofri na infância ou em uma série de snaps falando sobre vários complexos do passado.

E é isso que eu quero continuar fazendo aqui: sendo verdadeiro e honesto com vocês ao falar sobre o que eu gosto e sobre coisas nas quais eu acredito. Se não for assim, não faz sentido essa página existir e a gente pode fechar a bodega!

E é por a gente ser assim, miga de verdade, sincerona, que eu estou repetidamente agradecendo.


Durante o ano que se passou, o blog saiu do virtual e eu pude compartilhar idéias e conhecimento em outros estados pela primeira vez, levando um pouco do jeito "Blog do Math" para uma palestra em Salvador e um Workshop no Rio, ambos lindos, preparados com muito amor e recebidos de braços abertos pelos parceiros e participantes.
Mas não foi só isso: teve oficinas de chalkboard com a Bella Fiore em parceria com a Tom e Sophie e oficina de festa DIY no Brasília Shopping, em parceria com o Limonada Project. Porque eu também acredito no que é regional, amo minha cidade e pretendo fazer mais eventinhos desse tipo em 2016.

Pra algumas pessoas pode parecer pouco ou insignificante, mas pra mim representa muito; é o reconhecimento por horas, dias, meses, anos de dedicação tentando construir algo sólido, tentando conquistar respeito e credibilidade de quem tá do outro lado da tela.
E poder interagir com pessoas de verdadinha é a coisa mais inspiradora em todo esse processo cheio de etapas.



Em 2015, o blog também apareceu em páginas, sites e blogs legais, sérios e relevantes e isso apenas reforça o que eu acabei de dizer: resultado de muita dedicação e empenho de um viado taurino teimoso e perfeccionista que insiste em trabalhar com design (achando que vai ficar ryka a ponto de ter uma coleção de chanel um dia) e com a alma.
O que isso representa? Que depois de 4 anos de muita ralação, pessoas que admiro muito e que me inspiram (e que também já ralaram muito) estão enxergando algo de legal por aqui e isso ajuda a fazer a roda girar e girar...



Em 2015 também teve projeto de lojinha saindo do forno, algo que eu já tinha vontade de fazer há muito tempo.
Hoje tem ilustras minhas circulando em lojas on demand, mas a idéia no futuro é ter um espacinho pra chamar de meu, ainda não sei se físico ou apenas virtual, com produtinhos exclusivos preparados com uma dose de frufru, chamego e xodó pra vocês...



Além disso, no fim do ano passado eu (que não sou uma pessoa de traçar metas e prefiro deixar a coisa acontecer naturalmente, sem pressão...) imaginei que seria legal finalizar o ano com 5 mil seguidores no instagram, e olha a surpresa: acabei de completar 15k e esse foi outro motivo do chazinho: comemorar o fato de ter tanta gente que curte enxergar a vida por lentes coloridas.

É por isso e por muitos outros motivos que hoje, dia 31 de dezembro eu estou me sentindo leve, com a sensação de "dever cumprido", feliz e satisfeito com os acontecimentos do ano, enxergando, como disse no começo do post, o lado cheio do copo e uma nova oportunidade de fazer tudo de lindo no ano que se inicia daqui a pouquinho...


E pra 2016, o que eu espero?
Espero que seja um ano de encontros: que a gente encontre ainda mais pessoas boas em nosso caminho, que encontremos nossos sonhos (sem esquecer que pra isso acontecer, a gente tem que dar o primeiro passo em busca deles) e principalmente, que a gente possa se encontrar, encontrar nossa verdade e dividir um pouco dela com o mundo, sempre de forma gentil, respeitosa e humana.

E que o mundo esteja aberto e preparado para receber boas energias, amor e carinho; e que a gente não esqueça da nossa capacidade de amar.


Obrigado por participarem um pouco do meu dia a dia, por compartilharem ideias e por me inspirarem sempre.
Obrigado pela resposta sempre sincera e verdadeira que recebi aqui e nas redes sociais.
Obrigado por conseguirem enxergar e respeitar a mensagem que venho tentando transmitir ao mundo: uma mensagem de leveza, felicidade e inspiração.

Feliz ano novo.
Paz, saúde, sabedoria, harmonia para todos nós e que 2016 nos traga em dobro tudo de bom que a gente fizer pelo outro.
(E se possível, muita Chanel também. Obg)

Amo muito vocês.

Bjs do Math

Postar um comentário

Contact

Instagram

© Blog do Math
Design by The Basic Page